Descarte de resíduos químicos – Por que e como?

Descarte de resíduos químicos – Por que e como?

O descarte de resíduos químicos correto hoje em dia já não é uma novidade, por exemplo em vários locais nós vemos as latas de lixo coloridas que são destinadas a materiais específicos como: papéis, plásticos, metais, orgânicos e entre outros.

Embora existam várias dessas lixeiras, nem todos os produtos devem ser descartados de forma comum, e entre eles estão os resíduos químicos, portanto é importante nós sabermos como descartá-los corretamente.

Por que e o que descartar resíduos químicos?

De acordo com a CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) na resolução N°358 de 29/02/2005, resíduos químicos são: “Resíduos contendo substâncias químicas que podem apresentar risco à saúde pública ou ao meio ambiente, dependendo de suas características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade e toxicidade.” Essa resolução ainda dá uma lista de alguns itens que são considerados resíduos químicos.

  • Produtos hormonais e produtos antimicrobianos; citostáticos; antineoplásicos; imunossupressores; digitálicos; imunomoduladores; antirretrovirais, quando descartados por serviços de saúde, farmácias, drogarias e distribuidores de medicamentos;
  • Resíduos de saneantes, desinfetantes, desinfestantes; resíduos contendo metais pesados; reagentes para laboratório, inclusive os recipientes contaminados por estes;
  • Efluentes de processadores de imagem (reveladores e fixadores);
  • Efluentes dos equipamentos automatizados utilizados em análises clínicas;
  • Demais produtos considerados perigosos, conforme classificação da NBR-10.004 da GESTÃO DE RESÍDUOS E PRODUTOS PERIGOSOS – Tratamento… RESOLUÇÃO CONAMA nº 358 de 2005 RESOLUÇÕES DO CONAMA 621 ABNT (tóxicos, corrosivos, inflamáveis e reativos).

Justamente de acordo com a descrição, os resíduos químicos devem ser descartados em locais diferentes devido ao risco que eles apresentam à saúde e ao meio-ambiente. Eles podem causar intoxicações, doenças respiratórias, câncer, e várias outras enfermidades, além disso se essas substâncias acabarem na natureza, elas podem contaminar corpos d’água, o solo, animais e plantas.  

A importância da indústria química e os impactos ambientais

A importância da indústria química e os impactos ambientais

Indústria química e os impactos ambientais

Segundo dados da Associação Brasileira da Industria Química, o setor já faturou $ 113,5 bilhões de dólares no Brasil. Esse segmento transforma matérias-primas em novos produtos.

As matérias-primas podem variar desde: petróleo, gás natural, ar, água, metais, minerais, entre outros e acabam sendo transformados em produtos agrícolas, remédios, e vários outros produtos que consumimos no dia a dia.

Falando na economia brasileira, a Industria tem muita relevância. O mercado está em 3º lugar no ranking do PIB brasileiro. Além disso, esse mercado se mostra estável e bem consolidado. Isso tudo mostra a importância do setor na economia do país.

Setor industrial e o crescimento sustentável

Falando em economia, é importante levar em conta o quanto esse setor levanta fortes preocupações com os impactos sustentáveis das suas atividades. Porém, com o crescimento de normas e leis de responsabilidade ambiental, mais vezes, mais empresas tem procurado ajuda especializada para diminuir os impactos sustentáveis. Os processos estão cada vez mais sendo transformados através de soluções ambientais.

Gerenciar todos os riscos nas operações é importantíssimo para as indústrias químicas. Na realidade, esse é um dos pontos primordiais desse mercado. Monitorar aspectos socioeconômicos, ambientais, de qualidade, saúde e segurança, ajuda as indústrias a encontrar soluções ambientais e minimizar impactos.

Hoje em dia, vale lembrar, que as indústrias químicas investem muito em Pesquisas e Desenvolvimento. Isso tudo contribui para que tanto indústrias, como clientes tenham experiencias positivas, com cada vez mais produtos diferenciados e cada vez menos impactos ambientais.

Reduzir os impactos ambientais

Uma das maneiras para que os impactos sejam reduzidos, é poder concentrar o maior número possível de processos em um só lugar. Imagine que sua empresa precise industrializar um novo produto, ou que você precise de novos itens sempre. Concentrar os esforços da industrialização em uma só empresa, como na Orientaltec, ajuda a diminuir a emissão de gases e outros poluentes, já que tudo será feito por uma só linha de produção.