Quais as vantagens de investir em Private Label e ter sua marca própria?

Quais as vantagens de investir em Private Label e ter sua marca própria?

Quais as vantagens de investir em Private Label e ter sua marca própria? O Private Label nada mais é do que uma forma de terceirização do produto. Ou seja, uma empresa contrata uma indústria para desenvolver um produto com a sua marca. Em outras palavras, uma empresa não precisa ter produzido um bem para vender algo exclusivo. ou seja, é possível vender algo com sua marca ou com sua fórmula sem precisar de uma linha de produção.

Além disso, vale ressaltar que empresas de todos os portes, podem se beneficiar desse modelo de produção. O modelo de negócio pode terceirizar o processo total com o Private Label ou parcial.

Vantagens de investir em Private Label e ter sua marca própria

Uma das vantagens como já dissemos, é que vários portes de empresas podem se beneficiar do modelo, e elas podem comercializar produtos com sua marca. Em segundo lugar, não é necessário grandes investimentos na parte de produção e nem o gerenciamento de produção.

Dessa forma, as margens de lucro aumentam, mesmo que o serviço seja terceirizado. Com isso, o preço de mercado se torna mais competitivo e atraente, deixando muitas vezes, os valores mais acessíveis.

Posteriormente, a empresa que detém a marca poupa com administração de recursos humanos, pesquisa e desenvolvimento, manutenção, logística etc.

Invista em sua marca própria

A Orientaltec é especialista em Private Label de produtos químicos, fazendo todo o processo – desde a aquisição da matéria prima, até a embalagem e logística. Por isso, preocupe-se com o que importa de verdade, o core business da sua empresa, o resto, deixe com a Orientaltec.

Tenha seu produto com marca própria pronta para ser distribuída e vendida, e entre na competição de seu mercado.

O que é private label e como funciona?

O que é private label e como funciona?

Você com certeza já ouviu falar em Private Label. Esse modelo de negócios segue em crescimento no mercado, e é essencial que empreendedores conheçam seu sistema. Isso porque essa alternativa pode aumentar lucros e cortar custos industriais, mantendo a qualidade do produto.

O que é private label?

Podendo ser conhecida como Private Brand, Marca Privada ou Marca Secreta, Private Label é um modelo de negócios.

Nesse caso, a indústria contrata e paga para um fabricante produzir seu produto. Depois de fabricado, o produto é vendido com a marca da indústria.

Mesmo que não seja produzida dentro da empresa, pode ser solicitado ao fabricante um produto diferenciado, usando matérias-primas ou fórmula específica, o que for necessário.

Um produto Private Label nada mais é que o produto fabricado por uma empresa e distribuído por outra.

Quais as vantagens para as empresas?

Esse modelo de negócios é muito vantajoso para as indústrias. Isso porque, a indústria pode oferecer vários produtos com a sua marca sem precisar investir em estrutura.

O lucro pode ser maior, mesmo que seja necessário pagar os produtores. Quando o produto de marca própria é oferecido, as margens de lucro são maiores.

O Private Label ajuda na retenção dos clientes, porque as empresas têm maior chances de fidelizar, ainda mais se tratando de bussiness to bussiness industrial.

Imagine industrializar novos produtos, e oferecer novidades e inovação para os clientes sem precisar se preocupar com estrutura e treinamento de funcionários. Isso tudo além de aumentar os lucros, ainda ajuda na concorrência. Quanto mais inovador e quanta mais novidades, mais chances de sua marca se fortalecer e ficar segmentada no mercado.

Além de tudo isso, não podemos esquecer é claro, do fato do produto chegar da Orientaltec pronto para ser distribuído, sendo feito toda a parte de embalagem.

Por isso é muito vantajoso e lucrativo investir nesse tipo de negócio.

Cuidados essenciais com caldeiras industriais!

Cuidados essenciais com caldeiras industriais!

As caldeiras industriais possuem papel importante para diversos setores industriais. Ele gera grandes quantidades de vapor em diversos procedimentos e opera sob alta temperatura.

Pensando nisso, todos seus componentes são necessários. E por isso é importante que muitas medidas sejam respeitadas no dia a dia, para evitar acidentes.

Manutenções preventivas

Uma das práticas mais importantes para trabalhar com caldeiras sem dúvidas é a manutenção – tanto preventiva como a programada. Isso porque, qualquer equipamento, precisa de manutenções para manter o bom desenvolvimento. Falando das caldeiras, a manutenção preventiva pode evitar falhas futuras e a programada evita paradas inesperadas e acidentes.

Tudo isso ainda contribui para que o equipamento opere com sua máxima eficiência e o desempenho esperado pela empresa é alcançado.

NR 13 e limpeza correta

A NR13 é um conjunto de normas sobre o uso das caldeiras, e leva em consideração pontos como:

  • Testes de estanqueidade;
  • Vistoria de vasos de pressão;
  • Inspeções nas válvulas de segurança;
  • Monitoramento da pressão do equipamento.

Com essas e outras indicações exigidas pela norma, é possível que defeitos sejam detectados antes que a parada operacional da máquina ocorra. E assim, é possível garantir que todos os indicadores sejam cumpridos.

Depois de um tempo é necessário que seja realizado a limpeza da caldeira, já que é comum que desgastes surjam pelo processo de queima e produção de vapor. Isso pode ocasionar reações corrosivas e acúmulo de detritos. A limpeza ajuda a minimizar esse tipo de problema, mas, para realizar esse tipo de limpeza é preciso muita atenção para que não fique nenhum detrito. O profissional deve usar uma escova de aço apropriada e equipamentos pneumáticos para higienizar os tubos com mais rapidez.

Fator Humano

A melhor maneira de utilizar uma caldeira é capacitar pessoas para operá-la. Isso contribui para seu funcionamento seguro. Esse treinamento inclusive, é exigido na NR13 e deve ser abrangente, completo e prático. Para operar uma caldeira é preciso possuir o certificado de Treinamento de Segurança na Operação de Caldeiras.

Tudo isso irá contribuir para o bom uso das caldeiras industriais.

O que é envase?

O que é envase?

Processo e envase de produtos

O processo de embalagem de produtos é conhecido como envase e acontece no final do processo de fabricação. Esse processo pode ser feito em vários tipos de embalagem, retornáveis ou descartáveis. Com o avanço dos processos industriais, esse tipo de processo tem mais controle de qualidade e competitividade.

Benefícios da tecnologia do Envase

A autonomia dessa tecnologia contribui muito, aumenta a produção e reduz o custo de fabricação. Isso possibilita ter um produto mais barato e com isso aumento nas vendas.

Para que de certo, as máquinas possuem um sistema de higienização, além de proteção nas cabines e controle nas operações. Tudo isso é feito com tecnologia de ponta que automatiza o processo de envase.

Algumas máquinas também são capazes de interromper a colocação de tampas de maneira automática e detectar ausência de algum recipiente na bandeja. Tudo isso ajuda a evitar e diminuir desperdícios.

Além disso, esse processo ajuda na otimização de mão de obra, pois uma pessoa consegue realizar o processo.

Com esse processo é possível

  • Assegurar um bom design;
  • Processo seguro;
  • Maximização da performance;
  • Redução de consumo;
  • Redução de recursos;
  • Redução de impactos ambientais.

Esse setor está sempre aprimorando os processos, para que seja sempre feito com alta qualidade. Isso é feito é claro, sempre levando em conta a capacitação constante dos funcionários. Isso porque, o trabalho em conjunto com funcionários capacitados contribui para agregar valor ao produto, contribuindo para oferecer vantagens competitivas as empresas.

A Orientaltec trabalha com envase terceirizado, ou seja, sua empresa não precisa se comprometer em ter funcionários nem máquinas para esse tipo de trabalho. Isso facilita o processo da industrialização além de diminuir os custos para a empresa.

Por que devo terceirizar meu processo de produção?

Por que devo terceirizar meu processo de produção?

Terceirizar meu processo de produção

Falando em sistema industrial, alguns processos têm de ser mantidos internamente. Mas outros podem ser terceirizados.

Quando as empresas precisam realizar um processo, mas não possui sistema próprio, a terceirização dos processos se torna uma opção eficaz e com muitas vantagens.

Veja alguns benefícios que a terceirização pode trazer para sua empresa:

Redução de despesas – Pode parecer óbvio, mas ter uma equipe altamente especializada pode representar um aumento significativo no custo do produto, além de uma despesa que sua empresa não precisa necessariamente ter. Alguns gastos como: treinamento de funcionários, benefícios, equipamentos, estrutura fabril, entre outros podem ser evitados com a terceirização.

Garantia – Muitas variáveis podem afetar o processo de uma estrutura fabril como um todo. Geralmente, as fabricas contam com um responsável por processo. Por isso, na falta desse responsável, sua empresa pode ter um problema.

Com a terceirização os serviços oferecidos a sua empresa têm um controle elevado de qualidade e os riscos de interrupção de fornecimento são praticamente nulos. Com isso é possível expandir seus negócios e garantir qualidade aos clientes.

Previsão de custos – Quanto mais equipamentos e sistemas sua indústria tem, maiores os custos de conservação e manutenção.

Quando o serviço é terceirizado, você não precisa se preocupar em adquirir novos equipamentos nem com despesas com reparo. Além disso, o potencial produtivo e a disponibilidade de novas tecnologias são fornecidas sem custo extra.

Para quem serve o processo de terceirização?

Esses serviços são ideais para empresas que não querem investir em sistema próprio. Além disso, ela é indicada para empresas que comercializam seus produtos, mas não fabricam, como as “tradings companies”.

Porém, vale lembrar que terceirizar traz vantagens para empresas que querem lançar um produto novo, mas pretendem testar a aceitação antes.

Sendo assim, os benefícios são:

  • Prever custos;
  • Economia com manutenção;
  • Ausência de alto investimento inicial;
  • Economia com atualizações e novas tecnologias;
  • Equipamentos de ponta sem custos extra;
  • Teste de aceitação de novo produto sem investimento em produção.